Puzzle Ads

Blog


A LGPD e mídia programática: o que muda?

27 ago, 2021

LGPD mídia programática

A Lei Geral de Proteção de Dados entrou em vigor no ano passado, entretanto, foi no início deste mês de agosto que as punições para aqueles que descumprirem os termos começaram a vigorar. Você está por dentro das mudanças trazidas pela nova lei? Saiba quais são os efeitos da LGPD na mídia programática.

De acordo com a LGPD, os dados pessoais dos usuários de internet só podem ser utilizados pelos anunciantes mediante autorização. Agora, os usuários poderão ter acesso às informações disponíveis sobre eles na internet e poderão optar pela exclusão destes dados. Além disso, as empresas que desejarem utilizar essas informações deverão comprovar o interesse antes.

A LGPD e a Mídia Programática

Assim como outros meios de publicidade, a mídia programática utiliza informações sobre o perfil comportamental dos públicos na internet para segmentar e entregar os anúncios. Essas informações são obtidas através das empresas Data Providers, que coletam, categorizam e disponibilizam esses dados, chamados dados third-party.

Para acessar os dados Third-party, as empresas instalam cookies em sites e portais de conteúdo e a partir deles constituem um perfil de usuário. As informações mais comuns obtidas através dos cookies são endereço de IP, data e hora de acesso, informações acerca da localização geográfica, informações sobre o navegador, sistema operacional e tipos de conteúdos acessados.

A LGPD impacta na mídia programática, e na publicidade na internet de modo geral, na medida que os dos sites, portais ou apps que utilizam dados pessoais deverão atualizar suas diretrizes para que haja total transparência no tratamento dos dados de seus usuários. Sendo assim, os usuários que receberem anúncios orientados por dados fornecidos por empresas Data Providers estarão conscientes da utilização de suas informações para tal. Essa mudança pode ser muito benéfica aos anunciantes pois deixa a publicidade online mais segura, com mais credibilidade, além de melhorar a experiência do usuário.

Os efeitos da LGPD na Mídia Programática

Ao contrário do que muitos pensam, a LGPD não compromete a entrega ou eficácia das campanhas de marketing. Na verdade, é mais um meio de desenvolver o mercado de publicidade digital. A medida que as pessoas precisam autorizar o uso dos seus dados, eles se tornarão mais valiosos. Se os usuários permitirem o acesso aos seus dados por determinada empresa, é porque eles terão um interesse legítimo em receber atualizações ou ofertas personalizadas. Ou seja, a LGPD poderá possibilitar um melhor direcionamento da publicidade.

Além disso, a LGPD aumentará a confiabilidade das informações, uma vez que todos os dados serão first-party. Esses dados serão fornecidos diretamente pelos usuários e serão muito úteis. Para isso, as empresas precisarão recolher a autorização de uso de informações, disponibilizá-las para consulta do proprietário e esclarecer corretamente de que formas as informações serão utilizadas. Uma dica é empregar sistemas de gestão de consentimento, pois podem ajudar a implementar esses processos e organizar as informações.

 

Fique ligado em tudo o que acontece no mercado de marketing digital! Acompanhe a Puzzle Ads nas redes sociais. 

 

 

Este post foi escrito por Jaqueline Capraro, Assistente de Planejamento Digital da Puzzle Ads. Para receber primeiro e direto no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter

Voltar

Inscreva-se na nossa Newsletter

* Não se preocupe, também odiamos spam

Fale conosco

Entre em Contato

Entre em contato com a gente via telefone, email, ou se preferir clique no botão abaixo e envie-nos uma mensagem via formulário.

Formulário de contato
(48) 99140-8515 (48) 3364.9355
contato@puzzleads.com.br
Av. Mauro Ramos, 1970 - Sala 810 - Centro, Florianópolis - SC, 88020-304
Ver no mapa
Contato via Whatsapp